Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Brega & Chique

Este é um blogue de uma mulher portuguesa com todas as (f)utilidades inerentes a essa condição...

Se eu pudesse ser um gajo... era o James Bond!

 Diz-se que será em novembro que estreará o novo filme do meu almejado 007. O vigésimo quarto, diga-se de passagem... Aqui têm um trailer:

 

 Mas não é do filme que eu venho falar. Lá chegaremos em novembro....

Nem sequer é do ator que desempenha este papel ou dos que já o fizeram...

Hoje, caríssimas e caríssimos, venho partilhar convosco a minha fascinação por este homem (ou, por outra, a personagem criada por Iam Fleming).

 

O "verdadeiro" James Bond é descrito como "um homem alto, moreno, caucasiano, de olhar penetrante, viril, porte atlético e sedutor, com idade estimada entre 33 e 40 anos, apreciador de vodka-martini (Batido. Não mexido) exímio atirador com licença 00 para matar (sétimo agente desta categoria especial, daí seu código 007) e perito em artes, que combatia o mal pelo mundo."

 

Ora bem, se eu fosse gajo, quereria algo mais que esta descrição de bonitão, atraente, cativante, em excelente forma física, cujo trabalho nada entediante seria passear pelo mundo, salvá-lo e dar uns tiros e umas cargas de porrada aos "maus-da-fita"...? Ah, sim, espera aí... Também...

 

...Ao serviço do governo de Sua Majestade, com charme, elegância e cercado de belas mulheres"... et, voilà! Para além de tudo isto ainda trabalharia para um governo (o britânico, entenda-se... com dinheiro e realeza; não o teso e roscofe português...), andaria bem vestido, teria uns "brinquedos" da mais recente tecnologia e escolheria a dedo as mulheres com quem teria altas cenas calientes em locais e circunstâncias inusitados. Hum... acho que não falta nada, mesmo...

 

E é por tudo isto que se eu pudesse ser um gajo, era o Bond, James Bond!

Óculos - necessidade e/ou moda

 Longe vão os tempos em que ter de usar óculos era uma autêntica tortura e nos transformava em autênticas cromas. Ainda me lembro daquele modelo típico de lentes de fundo de garrafa e armação redonda, grossa e bem escura que transformava qualquer cisne em patinho feio. Quantas das minhas amigas não partiram este seu "handicap" repetidas vezes porque entre a destruição da "coisa" e o seu substituto podiam ser pessoas normais (mesmo que isso implicasse levar uns valentes tabefes dos pais...).

 

Eu, felizmente não precisei de usá-los nas idades mais críticas (a bem da minha autoestima que teria sofrido horrores), mas já na fase adulta, graças à leitura e aos ecrãs de tudo e mais alguma coisa (e ao PDI, claro...) lá tem de ser, pelo menos, ao fazer esforços maiores.

 

A diferença é que, hoje em dia, a situação reverteu-se e até já há muita gente que usa óculos sem graduação só por uma questão de moda. 

 

Aqui ficam alguns modelos para inspiração das gentes-vips:

 

 

 

 

 Para mim, adoro os modelos inspirados no "cateye", aqui usado por Marilyn Monroe:

 

 E vocês?

 

Livros (a ler): «Perguntem a Sara Gross», de João Pinto Coelho

 No dia 30 de abril, há setenta anos atrás, ocorreu o suicídio mais desejado do século XX: o de Hitler. Na TSF foi apresentado o livro de João Pinto Coelho «Perguntem a Sarah Gross» que aborda Auschwitz de uma forma diferente das demais. O autor recua até Oswiecim, que era a cidade, o local propriamente dito, antes do horrível campo de concentração nazi lhe roubar o protagonismo. Curiosamente, quase metade da população que lá vivia era judia...

 

Estou bastante interessada para ler este romance. Disponível aqui por cerca de 15€.

 

Podem ver na íntegra o trabalho sempre sério da TSF aqui com uma entrevista ao autor com mais pormenores sobre a história, a História e a forma como o processo de escrita se desenrolou, bem como um vídeo. A não perder.

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Quantos somos no Facebook?

Seguir no bloglovin

Seguidores

Quantos andam aí?

Visitas

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Noi hablamos autres lenguas

subscrever feeds

Partilhar no Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.