Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Brega & Chique

Este é um blogue de uma mulher portuguesa com todas as (f)utilidades inerentes a essa condição...

Cenas inesquecíveis de filmes: «Os deuses devem estar loucos»

 

Dando sequência à rubrica que iniciei aqui, hoje trago-vos mais uma cena inesquecível de um filme. Desta feita, extraído do já antigo «Os deuses devem estar loucos» de 1980. O filme conta a história de Xixo, um bosquímano cuja tribo não tinha contacto ou conhecimento do mundo para além do seu redor. Por causa de um piloto atirar uma garrafa de Coca-Cola (que foi interpretado como um presente dos deuses), gera-se todo um universo de conflitos que obriga Xixo a empreender uma viagem até "ao fim do mundo" para se livrar daquela "prenda". Durante o seu percurso, encontra-se com o mundo exterior e com ocidentais e é essa sua visão que nos é mostrada.

 

Ora bem, como devem calcular, todo o filme apresenta cenas hilariantes. Contudo, esta que vos apresento é a mais engraçada, para mim. Um dos ocidentais que aparecem no filme é este Mr. Steyn que vivia há muito na selva e estava habituado a viver como os autóctones. No entanto, com a chegada de uma missionária que dava aulas a meninos das tribos, depois de ter já vivido hilariantes cenas com ela, onde mostrou todo o seu lado "selvagem", o homem lá decide "ocidentalizar-se", vestir um fato e tentar mostrar o seu outro lado à professora, na tentativa de a conquistar, quando lhe foi devolver algo.

 

O resultado, é o que poderão apreciar para gargalhada geral (a nossa, inclusive)...

 

Não sei se ainda existem homens assim tímidos e inseguros... Algures, devem ainda perdurar vestígios desta espécie...

 

 

 Começa logo pela sua "discreta" chegada... A buzina irritante avariada a interromper a aula, deixando a canalha em alvoroço e a professora abismada... Situação prontamente resolvida com toda a "delicadeza", dando boas machadadas no carro... Aliás, atente-se no pormenor que tanto o machado como o chapéus voaram para dentro do jeep pelo espaço-onde-deveria-estar-um-vidro-mas-que-já-não-existia...

 

De seguida, após os cumprimentos formais de todos, segue-se o caos:

1º Escorrega, cai e ao levantar-se enfia a cabeça nas saias da mulher;

2º Ao retroceder, faz cair o cavalete e o quadro de giz que aí estava posto;

3º Quando se afasta, lá se vai a jarra com flores que estava em cima da secretária;

4ª Lá apanha ele o cavalete e o quadro, mas como os coloca mal, ao virar-se para recolher a jarra, leva com ele na cabeça;

5º Torna a posicionar o cavalete e o quadro;

6º Tenta enfiar as flores na jarra, mas como já estão umas para um lado e outras para o outro e ele está a agarrá-las ao molho, nao consegue;

7º Ao sair, leva o caixote do lixo encaixado num sapato e nem dá conta;

8º Bate à porta para entrar. Coloca no lugar o caixote do lixo com o sapato dentro.

9º Volta a bater à porta. Desta vez para recolher o sapato.

Tudo isto perante as gargalhadas descontroladas dos miúdos e das expressões da missionária que passam por ficar atónita, sentir pena e até sentir receio. Maioritariamente pasmada, diria eu...

 

Que bem impressionada que ficou com o lado "cavalheiro"... :)

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Quantos somos no Facebook?

Seguir no bloglovin

Seguidores

Quantos andam aí?

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Noi hablamos autres lenguas

Partilhar no Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.