Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Brega & Chique

Este é um blogue de uma mulher portuguesa com todas as (f)utilidades inerentes a essa condição...

Dia da Mãe... versão machista

 Pior que o Dia da Mulher, que classifico como uma celebração tendencionalmente machista (sobre isso posso escrever outro artigo - talvez me lembre disso na próxima "data comemorativa" que me recuso a celebrar), eis o Dia da Mãe...

 

Nesta data, preparam-se desenhos e objetos nas escolas para os meninos entregarem às suas mães. Lembro-me de fazer colares de massa, por exemplo, mas, ao que parece, os professores, hoje em dia, precisam de ser mais criativos e até saberem trabalhar com Photoshop e outras técnicas mais complicadas para produzir uma lembrança inovadora, que se está mesmo a ver que foi o professor e não o fedelho que fez... voltem colares de macarrão, que estais perdoados...

 

Claro que, a componente comercial está ao rubro nesta data, como o está também em outras datas do género. Somos invadidos por publicidades constantes para que nos lembremos (anualmente...) daquela que nunca nos devemos esquecer todos os dias...

 

Mas o pior de tudo são aquelas mães que, exercendo a profissão de donas de casa, onde nem sequer têm contrato de trabalho, direito a férias ou até a vencimento, lá são magnanimamente dispensadas (pelos seus suseranos) de cumprir a sua obrigação de fazer o almoço, para que possam ser exibidas, em família, no restaurantezinho da zona aos demais, evidienciado, assim, o excelente marido e atenciosos filhos que tem... Com sorte, ainda recebe como presente mais um utensílio para a casa ou um eletrodoméstico que possa servir de ferramenta no seu labor...

 

À chegada a casa, lá se acaba o encantamento dessa tarde e lá volta a Mãe a ser a gata borralheira, vulgo fada do lar... Oremos, irmãos... Já Salazar dizia... «Deus, pátria e família»... ainda gostava de saber porque é que ele nunca teve a dele...

 

Viva a educação machista que permite que haja mulheres que ainda se sintam felizes assim... e Deus as proteja se algum dia o marido as trocar por uma qualquer stripper e elas ficarem na miséria, porque toda a vida foram dependentes de um homem: primeiro o pai e depois o marido... em vez de investirem em si próprias...

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Quantos somos no Facebook?

Seguir no bloglovin

Seguidores

Quantos andam aí?

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Noi hablamos autres lenguas

Partilhar no Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.