Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Brega & Chique

Este é um blogue de uma mulher portuguesa com todas as (f)utilidades inerentes a essa condição...

Quarta-feira de cinzas

 O dia a seguir a uma época festiva é sempre deprimente. Mas haverá algum pior que a "Quarta-feira de cinzas"...? Só o nome já evoca a ideia de morte... Trata-se do primeiro dia da Quaresma no calendário católico As cinzas são um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão e da mudança de vida, pois a vida humana está sujeita à morte. É suposto o padre na missa deste dia manchar a cabeça do fiel com cinza, que este deverá deixar até ao pôr-do-sol... Hum... Ou cada vez há menos católicos ou nunca me cruzei com ninguém com essa mancha na testa...

 

Portanto, basicamente, este dia serve para lembrar-nos de que vamos morrer. Coisa mais deprimente não existe mesmo... Já não chegava passar o Carnaval e a diversão e termos de voltar à rotina, de trabalhar como uns mouros e voltarmos a prestar atenção às notícias que não trazem nada de bom, ainda têm de vir recordar-nos do seguinte: "és um mouro de trabalho, fazes parte da esmagadora maioria dos pobres que sustentam a elite e no fim deste tormento todo a recompensa é a morte".

 

Bah...É que ao menos depois do Natal e da Passagem de Ano ainda nos ficam de consolo alguns "Ferrero Rocher" que vamos encontrando perdidos pela casa. Agora, depois do Carnaval fica-nos o quê? O Guronsan que não se tomou?... E então, com este tempinho da treta que só chove e chove... Olha, se os crentes vão à missa hoje e levam com a cinza basta coçarem a cara e ainda pensarão que o Carnaval não acabou. Amen.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.